A receita do sucesso

Você sabe o que acontece quando se acrescenta fermento na massa de um bolo ou pão? A massa cresce. E sabe por que isso ocorre?

Isso ocorre porque o fermento é composto de seres vivos, fungos microscópicos chamados leveduras, que se alimentam de açúcar, liberando gás carbônico e álcool. Quando a massa é aquecida no forno, as leveduras se multiplicam, ingerindo o açúcar e o amido contido na farinha de trigo. O processo se completa com a citada liberação de gás carbônico – que é o responsável pelo crescimento da massa – e de álcool, que confere sabor ao pão ou bolo.


Mas o que isso tem a ver com empresas e negócios?

Bem, vamos pensar que uma empresa é a massa de um bolo, e que o lucro é o resultado de uma boa fornada. Qual será o elemento responsável pelo crescimento ou não deste bolo? Isso mesmo! O fermento. Aquele produto formado por seres vivos microscópicos.

Em qualquer empresa ou negócio, também existe o fermento, mas ao invés de seres microscópicos, esses seres são bem maiores! Ou seja, o fermento é o que chamamos de equipe e os seres são as pessoas que a formam, e este é o ingrediente principal para que haja – ou não – uma boa fornada.


O velho dilema

A empresa não está gerando o resultado esperado, e em alguns casos, acumulando prejuízos. Infelizmente esta realidade se torna cada vez mais freqüente atualmente, decorrente de diversos fatores, tanto em relação às estratégias, quanto às questões mercadológicas e de consumo. Independente disto, este cenário coloca, muitas vezes, o empresário entre a cruz e a espada: investir para sair da situação atual ou reduzir custos para ganhar mais algum fôlego?
A má notícia é que ambas podem ser fatais para a empresa.

Mas como assim, então não há escapatória?

Sabemos que, reduzir custos – isoladamente – não faz a menor diferença para a empresa, a não ser dar mais algum tempo para respirar. Ou seja, é adiar por algum tempo seu velório.
Investir também pode ser fatal, caso seja realizado sem planejamento e sem estudo prévio. Seria como cavar a própria cova.
Um bom Chef de cozinha sabe que para preparar um ótimo bolo, é preciso seguir sua receita, onde cada ingrediente tem sua participação fundamental para o resultado final. O mesmo ocorre no ambiente empresarial, trocando apenas o avental pelo uniforme, o forno pelo computador e a receita pelo planejamento.
NÃO PERCA AS PRÓXIMAS POSTAGENS!
Cadastre-se e receba sacadas geniais em primeira mão.


A receita do bolo

Diante desta situação, o empresário precisa entender que só existe um único meio de sair vitorioso, que é encontrando as soluções para os problemas enfrentados. E Para isto é preciso:

a) Identificar os problemas, suas causas efeitos;
b) Avaliar o grau de impacto de cada problema identificado;
c) Propor medidas autônomas para cada problema;
d) Planejar a implementação das medidas corretivas;
e) Prestar acompanhamento das ações;

É como preparar um bolo.

Não investir é assinar o atestado de óbito

A palavra em si – investimento – já assusta aos mais desavisados. No entanto, o investimento não tange apenas no âmbito financeiro, mas também em relação a tempo e energia.
Se o problema é em relação às vendas que não sobem, a solução pode não estar diretamente ligada ao aumento de investimento em marketing e propaganda, mas sim em treinamento da equipe de vendas ou no de alinhamento das políticas comerciais, por exemplo.

Seja qual o tipo de investimento – tempo, energia ou dinheiro – o fato é que a empresa jamais terá a chance de reverter uma situação ruim sem fazer nada, ou somente “cortando custos”. Sendo que, muitas vezes, pela falta de entendimento, o empresário acaba cortando um investimento ao invés de custo, sentenciando sua empresa à falência. É como o preparo errado de uma receita de bolo, as chances de não sair uma boa fornada é certa!

Reflita e responda

1) Atualmente em sua empresa você corta custos ou investimentos?
2) Você tem investido em sua empresa nos últimos meses?
Eduardo Pizzetti } Soluções Estratégicas

Atuo há cerca de 15 anos com criação e gestão de estratégias comerciais com foco no crescimento em vendas, na organização empresarial e no alinhamento e fortalecimento de marca no mercado, utilizando conhecimentos em planejamento estratégico, vendas, marketing, branding, liderança e gestão estratégica, da qual me proporcionou larga experiência no mercado, tanto B2B, quanto B2C, atuando com grandes players do mercado nacional. Autor dos livros "Arrase em Vendas: Como montar uma estrutura de venda lucrativa para o seu negócio" e "O guia prático e completo para a criação de incríveis campanhas de moda", e co-autor do livro "O manual da contratação perfeita".

Deixe uma resposta